20 de mai de 2011

Coluna Mari Ferraz - Meu Casamento

Para começar o dia de estreia oficial do Blog, nada melhor do que a própria Mari Ferraz que promove tantos casamentos, falando do seu próprio casamento.



Meu casamento

Nossa! Quando saiu meu divórcio nem acreditei. Gente... levou 16 anos, alguém aí acredita nisso? 16 anos de verdade!!!! Nesse tempo todo, O José estava me cobrando o Ferraz que é dele  e tal, mas eu sabia que no fundo, ele queria era mesmo oficializar algo que vivíamos a 15 anos.
Decidimos fazer Bodas de Cristal com efeito civil e acrescentar o tão esperado Ferraz ao meu nome que eu utilizava indevidamente. Dúvida cruel: Quem iria celebrar o casamento de um Celebrante? Como sou apreciadora da Cultura budista e já havia organizado alguns casamentos com cerimônia budista, optamos pelo Monge Ghenso, do Zen Budismo, uma pessoa maravilhosa...
Comecei os preparativos; local, buffet, foto, filmagem, etc etc, etc. Para quem organiza eventos toda semana teve sua parte fácil, todos os fornecedores escolhidos além de serem os prestadores de serviços, eram amigos. Já conhecia o trabalho e também o modo de trabalhar, o que tinha de combinar com nossa maneira de ser. O lado difícil, foi querer mais que um fornecedor do mesmo serviço, pois apreciamos o trabalho de vários fotógrafos, vários cinegrafistas, boleiras, doceiras, decoradoras, mas, só podemos ter um de cada, não é!!! Os que não trabalharam foram convidados e se divertiram, aliás, os que trabalharam divertiram-se também...
Em menos de quinze dias, tudo pronto e era só fevereiro, meu casamento foi marcado para 19 de dezembro, data que também comemoramos o aniversário do José. O que fazer com o resto do tempo? Tempo, que tempo?
Todo meu tempo é dedicado a organização de eventos e a realização dos eventos organizados.
Quando me dei conta já era dezembro. Nossa, dezembro também passou muito rápido e quando eu vi já era a semana do MEU casamento. Nessa semana tínhamos um casamento na sexta feira e quatro no sábado.
Finalizei meu evento do dia 18 as 04:30 da manhã, chegamos em casa perto da hora de acordar. Lembro que dormi bem pouquinho e logo as meninas chegaram para me ajudar. Levantei que nem senti. Fomos ajudar a Cassi a decorar. Chegamos no Beach Village e na Pousada dos Sonhos. Fizemos acho que umas quatro viagens com a ajuda do Charles ( marido da rosangela Souza ). Depois que descarregamos tudo, ainda fui ajudar a organizar o espaço do beach Village. Acreditam que eu esqueci que ia casar, estava tão envolvida na organização que não vi o tempo passar. Foi quando a Vitória disse:"Mari você tem de se arrumar".
Portanto, pasmem, mas descobri que era a NOIVA DO DIA as 14 horas e como toda noiva, já estava atrasada para o make.
Fui me arrumar na suíte do Hotel baía Norte, com uma vista bem privilegiada, quem gostou foi o Emerson Correa que fez peripécias com meu vestido, para aparecer a ponte e tal. A denise do Fuzz, já estava me esperando no hall do hotel, corremos para o quarto e demos início a arrumação.
Genteeeeeeeeeeee, eram 15 horas e eu estava começando a me arrumar, tomar banho, etc etc..., o casamento marcado para as 18 horas, sem possibilidade de atraso, pois o tempo estava virando....
Pasmem, mas as 1745 eu já estava pronta. Aqui entre nós, eu sou muito rápida e prática. Mas na hora de colocar o vestido me deu um medinho e pensei: Nossa, agora não tem volta!!! Porque fui inventar tudo isso... Toda essa gente me olhando, me esperando, ai ai ai, vê noiva casando todo sábado, já estava bom né... pra que ser noiva... Meu Deus! Que frio na barriga! Mas.... dizia minha mãe: Ajoelhou tem de rezar!
Lá me fui, com um carro lindíssimo que o Rufino trouxe, um das antigas, que o Frederico tinha de ir bem devagar, por causa do motor, Jesus ... não chegava nunca e todo mundo me olhando, imagina, fim de domingo, todo mundo voltando de Jurerê e eu indo para Jurerê, quase nem chamou a atenção!!! Todo mundo tirando foto, me desejando felicidades e tal...
Chegamos na pousada as 1805 e o cortejo começou. Logo que a Vitória chegou no carro, fui perguntando se tinha vindo todo mundo. Quando ela disse Sim, fiquei mais tranquila.
O José veio me pegar no carro e ele já estava chorando, ele conseguiu chorar o casamento todinho, foi incrível.
Na hora das alianças, minha cachorrinha Pit, entrou junto com a Thuanny, pois era muita novidade e ela não conseguiu entrar sozinha. Mas, fiquei bem feliz da Pit participar da nossa celebração.
Depois da celebração, fotos, fotos, fotos, posa aqui, vira ali, beija, segura o bouque, levanta o bouque e falando em bouque.... diga-se de passagem que bouque mais lindo a Cassi fez! MARAVILHOSO, não vou dizer que foi fácil segurar, porque estaria mentindo, estava pesado, mas... se tivesse de repetir queria igualzinho, igualzinho! Voltando as fotos, sabe aqueles 20 minutinhos, em que todos os convidados estão chegando no salão e estão recebendo uma bebidinha? Os noivos estão posando aqui, virando ali, não é fácil não! Mas O Emerson Côrrea arrasou....
Chegou a hora de entrar. Vocês não tem noção de como é booooooooooooooooooom, é uma sensação ÚNICA, parece que toda aquela alegria dos teus convidados, da música entra na gente e parece que explodiremos de tanta alegria. Nunca senti absolutamente nada igual até hoje.
Depois as homenagens que as meninas da minha equipe fizeram, foi inesquecível também. Aliás, essas meninas são maravilhosas.
O momento esperado: Festa!! E no comando o DJ Felipe, arrasouuuuuuuuuu...
Uma delícia, parece que a gente não está lá, não sei explicar, só sei que não queremos que aquilo acabe nunca.
Mas tudo que começa tem de terminar...
Hoje tenhos fotos, filmagem e uma lembrança viva em minha memória e em meu coração.
Depois da experiência de casar, consigo entender cada noivinha que passa por mim, tenho muito mais carinho, muito mais calma e tranquilidade, pois sei o que cada uma está sentindo e querendo. Sei muito bem o que é passar no tapete com todos os olhos voltados para ti,o frio na barriga e o único pensamento: Tem de ser PERFEITO!!!!!
Meninas, aproveitem cada minutinho do dia do seu casamento, é ÚNICO é INESQUECÍVEL!!!!

2 comentários:

Da minha parte viví cada momento e como a Mari disse não consegui para de chorar um minuto que seja e vou explicar: primeiro, foi um choro bom e decidi não segurar e então ofereci a mim mesmo esta lavagem na alma, em segundo eu era o noivo, estava no lado de cá do evento e experimentava tudo como único, não pareceia que todo o fds estou fazendo uma cerimônia. Por fim minha preocupação era ter que fazer caras e bocas para as fotos ou ordens da cerimonial Vitória, mas é incrível! Quando vc vê as pessoas importantes da tua vida vibrando com tua felicidade, vc não se cabe e pula, dança e grita sem sentir, quando se dá conta terminou e vc se vê juntando as tralhas para voltar para o dia-a-dia...o que fica??? Fica o meu amor incondicional por esta mulher que agora é Ferraz na assinatura do cartório!!!eheheheheh!

Lindo texto, parabéns!
Mas não posso me furtar de deixar o meu depoimento, pois a experiência de vocês me inspirou e incentivou demais! Quando cheguei até a Mari e o Zeca, através da indicação do fotógrafo Wil Koetzler, me enchi de esperança com as palavras que ela me disse ao telefone após eu narrar a história, a história de um amor que aos olhos da lei não poderia acontecer, já que o tal do divórcio também não tinha acontecido, embora as grande inovações de nossa Constituição. Relendo o texto consigo relembrar cada palavra que a Mari me disse, com as quais me emociono e agradeço até hoje, palavras de amor, força, determinação e encorajamento, as quais me fizeram seguir em frente na realização deste sonho e na concretização deste amor perante nossos amigos e familiares. Isso sem mencionar as lágrimas e os incentivos no meio do percurso (né, Mari?). Bem, quanto ao dia do casamento nem preciso falar muito... tudo impecável com a Mari no cerimonial e nosso amado Zeca nos presenteando com palavras inesquecíveis, palavras que só poderiam ser proferidas por alguém que já desejou tanto aquele momento como a gente, palavras que sempre ecoaram em nossa alma e em nossos corações. Obrigada por tudo, e mais uma vez Parabéns!!! Francini.

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More